Empregabilidade &

Learnability

A partir desta edição, o Press St. James’ ganha versão eletrônica e um novo tema guia a cada edição. Nesta, vamos falar sobre a preparação do aluno para o novo mercado de trabalho em que a colaboração em rede, o relacionamento e a capacidade de aprendizagem rápida e contínua serão exigências para o sucesso profissional.

Há 20 anos preparando cidadãos do mundo!

 
 
 

Empregabilidade

Um novo mercado de trabalho

Criatividade, inovação, liderança e resiliência são habilidades chaves nesse novo mercado de trabalho que a cada dia parece se reinventar. Você sabe por quê?

Já há algum tempo estamos ouvindo falar que trabalhos vão desaparecer e outros, que ainda não existem, se tornarão comuns. Aliás, já vimos muitas empresas sucumbirem porque seus produtos deixaram de fazer sentido para as pessoas. Há poucos anos não imaginávamos profissões como especialistas em redes sociais, youtubers, bloggers e influenciadores digitais. E o que mais virá pela frente?

Automação e máquinas pensantes já estão substituindo trabalhos e modificando as habilidades que o mercado procura nas pessoas. Já pensou como a inteligência artificial vai impactar na empregabilidade em curto espaço de tempo? Em 2017, o Fórum Econômico Mundial assinalou que em apenas 5 anos, 35% das competências consideradas importantes na atual força de trabalho terão mudado. Por isso, os estudantes de hoje precisam estar preparados para o que será exigido deles em curto espaço de tempo.

Em apenas cinco anos, 35% das competências consideradas importantes no atual mercado de trabalho terão mudado.

Learnability

Uma nova maneira de aprender

A capacidade de aprendizagem é o que vai permitir que as pessoas cresçam e se desenvolvam para os novos desafios. Para isso, as conexões precisam ser expandidas. Como?

Aprender mais sobre si mesmo e sobre os outros serão recursos estratégicos para, simplesmente, ter uma atuação positiva no mundo.  Em 2017, a St. James’ foi conhecer de perto experiências mundiais das mais prestigiadas instituições de ensino na Finlândia e Singapura. Experiências que se somaram às experiências colhidas em Harvard University e à região do Vale do Silício. Tudo isso resultou em uma nova proposta pedagógica pautada na revolução digital, na adoção de tecnologias avançadas, no relacionamento, na criatividade e na liderança. 

Inteligência Emocional

A escola do século XXI precisa falar de emoções e sentimentos, resiliência, tolerância e domínio próprio, ajudando os alunos a se relacionarem e cultivarem o equilíbrio psicoemocional. Que tal se colocar um pouco no lugar do outro?

Desde a Educação Infantil, a emoção permeia todas as áreas do conhecimento, desenvolvendo habilidades como generosidade, empatia e compaixão. E começa lá nos livros de estórias, como a inspiradora The Bad Seed:

Se você quer saber um pouco mais sobre Inteligência Emocional com o “papa” no assunto, clique e veja essa entrevista com Daniel Golleman!

Que tal dar um abraço agora em alguém
especial para você?

A liderança

O incentivo à formação da liderança foi ampliado na
St. James’ com o projeto Leadership.

O incentivo à formação da liderança foi ampliado na St. James’ com o projeto Leadership, desenvolvido pela Columbia University e praticado na High School de várias escolas americanas. Os alunos são escolhidos pela meritocracia, em um misto de desempenho acadêmico e comportamental, onde a atitude, a iniciativa e o protagonismo têm pesos relevantes. 

O projeto Flyers trouxe para o convívio dos alunos três estudantes de escolas públicas que foram selecionados com bolsas de estudos integrais para todo o Ensino Médio.

Um dos projetos desenvolvidos por eles teve a Solidariedade como inspiração. O Flyers trouxe para o convívio dos alunos três estudantes de escolas públicas que receberam bolsas de estudos integrais para todo o Ensino Médio. Bruno Oliveira Campos, Bruno Souza Milke e Evelyn Klein passaram pelo processo de seleção coordenado pelos líderes do Leadership com prova escrita, dinâmica de grupo e entrevistas individuais.

Conheça As 4 Habilidades-Chaves que Conduzirão o Futuro, neste evento TED com Michael Lai, na Columbia Heights, USA.
 
 
 

O programa trabalha para a geração de competências socioemocionais que impactam diretamento no futuro do aluno.

Quem não se lembra das brincadeiras com blocos e massinhas de modelar que davam origem aos prédios, objetos e bonecos? Uma das tendências na educação moderna é o retorno do fazer, trazendo significado ao aprendizado, valorizando a prática e a experimentação. Respaldado no currículo internacional do MIT – Instituto de Tecnologia de Massachusetts, berço do Conceito Maker, o Espaço Maker na St. James’ integra quatro pilares da educação:

Todo o conteúdo trabalha para a geração de competências socioemocionais que impactam diretamente no futuro profissional do aluno = Empatia, Colaboração e Autonomia. Habilidades que podemos aprender, praticar e ensinar.

Com programação, fabricação digital, eletrônica e ferramentas manuais, alunos traduzem ideias em projetos tangíveis.

Impressora 3D disponível no espaço maker.
 
 
 

Tecnologia na Educação

O que esperar da educação para o século XXI?

As novas metodologias de ensino são estratégicas para a inserção da tecnologia na educação. Sala invertida e conceito colaborativo são exemplos. O que esperar da “Educação para o Século XXI”? O professor José Motta, consultor em Metodologias Ativas de Ensino e Inovação Educacional inicia amplo trabalho com professores da St. James’ sobre Educação Disruptiva, Inovação Evolutiva, Revolução Tecnológica, Estruturas Exponenciais, Alunos e Professores 3.0, Realidade Virtual, Inteligência Artificial e Cultura Maker.

É um verdadeiro choque de realidade com o propósito de apresentar uma nova maneira de pensar a educação para o presente e para o futuro, com o uso das Metodologias Ativas de Ensino que aperfeiçoam o processo de ensino-aprendizagem.

–José Motta

Cristiane Tavares Casimiro de Oliveira é membro do grupo de pesquisa da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e doutora em Educação. Na St. James’ ela está à frente de um trabalho de formação dos professores em encontros presenciais e atividades a distância, envolvendo metodologias ativas, sala invertida e conceito colaborativo.

Conheça um pouco da visão da Microsoft sobre o ambiente escolar do futuro no vídeo oficial da companhia:

As Tecnologias Digitais de Informação e Comunicação são aliadas dos professores na tarefa de formar cidadãos para atuar na "sociedade do conhecimento", formando cidadãos autônomos, críticos, criativos, reflexivos, capazes de trabalhar em grupos e de utilizar os aparatos tecnológicos de seu tempo para a formação permanente ao longo da vida.

–Cristiane de Oliveira

Decolando para a vida

O incentivo a sonhar alto e chegar mais longe sempre permeou o ambiente de formação na St. James’. São histórias reais de quem avança degraus no ensino superior e de quem galga postos concorridos no mercado de trabalho.

Vamos conhecer as histórias dos nossos cidadãos do mundo?

Alexandre Muzzio

Alexandre Muzzio, tem hoje 24 anos e fez Graduação e Mestrado no ITA na área de Engenharia da Computação. Neste ano ele foi contratado pela Microsoft como Engenheiro de Software e mora em Vancouver, no Canadá. Assista o depoimento de Alexandre no video acima.

Rodrigo Lima

Rodrigo Lima tem 25 anos e trabalha na Declathon há sete, sendo atualmente dedicado ao setor de E-commerce e responsável pelo diálogo com os clientes no meio digital. Conheça mais sobre a vivência profissional de Rodrigo no video acima.

Lucca Chinese

Lucca Chinese está com 20 anos e trabalha no negócio da família desde os 16. Logo depois da formatura no Ensino Médio, a responsabilidade aumentou e hoje ele participa de toda a gestão do Buffet Planalto, envolvido em orçamentos, atendimento ao cliente, gerenciamento de eventos e coordenação da equipe. Saiba mais assistindo o video.

Pedro Eduardo Niero Roehrig

Pedro Eduardo Niero Roehrig com a mãe Alessandra

Alessandra e Ricardo Roehrig dizem não ter palavras para expressar a alegria e o orgulho que sentem do novo momento vivido por Pedro Eduardo, aprovado em Medicina.

Nos sentimos orgulhosos e agradeço a toda equipe St. James’ que teve enorme importância na sua formação, influência nas suas escolhas e na realização do seu grande sonho de ser médico. Como pais, podemos dizer que fizemos a melhor escolha. Estamos muito felizes com tudo o que o Pedro já alcançou.

André Fischer Abudi

André Abudi com os pais Dimitri e Maria Beatriz

André Fischer Abudi foi o único estudante na América Latina a ser aceito pela University of Pennsylvania, na lista das Ivy League, entre as oito mais concorridas do mundo. É também a primeira no ranking na área de Business nos Estados Unidos, a mesma onde se formou o atual presidente americano, Donald Trump. Para o pai, Dimitri Abudi, ter um filho aceito na melhor universidade do mundo na área de Business foi a notícia mais incrível que a família recebeu.

Pensar no quanto trabalhamos para isso, o quanto ele trabalhou e o quanto as pessoas ao lado dele ajudaram a conquistar esse sonho, nos dá uma sensação enorme de agradecimento. Na St. James’ o André encontrou todo o apoio que precisou para atingir o seu objetivo.

Pedro Galhardo

Pedro com os pais Fabiana e Marcelo Galhardo

Pedro Galhardo foi aceito em três universidades americanas e optou por estudar Farmácia em Lipscomb, na cidade de Nashville, no Tennessee. “Quero trabalhar com pesquisa científica”, disse. Atualmente ele está frequentando as aulas do curso de Farmácia da UEL enquanto aguarda o embarque para os Estados Unidos. Para os pais, Fabiana e Marcelo Galhardo, Pedro é um exemplo de dedicação.

Na St. James’ aperfeiçoou o inglês, participou de intercâmbios e foi atrás do seu sonho. Buscou o seu caminho incentivado por um ambiente escolar que propiciou informação, motivação e segurança para seguir adiante.

Victoria Palma Pereira

Victoria Palma Pereira com a mãe Christiane

Victoria Palma Pereira foi aprovada no vestibular de Medicina. Para ela, um dos pontos altos da St. James’ é a equipe de professores.

São excelentes e estão sempre dispostos a tirar dúvidas, mesmo fora do horário de aulas. As turmas reduzidas permitem mais aproximação com os professores, mais dinamização e participação nas aulas. E o ensino bilíngue faz com que o inglês deixe de ser um empecilho nas provas de vestibulares e no ENEM.

Já para a mãe, Christiane, a conquista da Victoria significa “uma gratidão enorme a todos que a acompanharam e que nos permitiram ter a tranquilidade de optar por caminhos certos”.

Daniele Gavetti De Mari

Daniele com os pais Nelson e Denise

Daniele Gavetti De Mari foi aceita em oito universidades americanas. Em agosto vai estudar Neurociências na Georgia Institute of Technology. “Sempre gostei de inovação”, disse. Os pais, Nelson e Denise, lembram a independência de Daniele desde pequena.

Ela ia à frente e a gente correndo atrás.

Neste semestre, está matriculada no curso de Engenharia Elétrica da UEL e aproveitando para aperfeiçoar um equipamento criado por ela e que permite ao cadeirante ser transportado para um veículo móvel sem esforço físico. “O objetivo agora é a automatização”, disse. Daniele desenvolveu o protótipo em Lego em um programa de iniciação científica. O trabalho foi premiado e construído em tamanho real para estar na Febrace – Feira Brasileira de Ciências e Engenharia, realizada na USP em fevereiro deste ano.

Felipe Sellmann

Felipe Sellmann com os pais Simone e Marcelo

Felipe Sellmann é outro exemplo de quem está voando alto. Com esforço e comprometimento, alcançou seu objetivo de ser aceito em duas instituições de ensino americanas, decidindo-se pela University of South Florida.

Quando o Felipe mostrou interesse em querer estudar fora do país, fiquei apreensiva, mas feliz por ele estar buscando um sonho maior. Ele se dedicou tanto para essa conquista que também foi aprovado no vestibular de Agronomia na UEL. Para nós é um grande orgulho saber que ele conseguiu e hoje é um exemplo para a família, para os irmãos, para os primos. Só temos a agradecer todo o apoio, incentivo e profissionalismo que a equipe St. James’ nos proporcionou.

Giovanna F. de Freitas Martins

Giovanna Martins com os pais Rosane e Fábio Cézar

Outra conquista foi da aluna Giovanna Fonseca de Freitas Martins, que começou os estudos na St. James’ com dois anos de idade. Aprovada em Medicina, Giovanna avança na carreira que sempre desejou. Para os pais, Rosane e Fábio, a felicidade de vê-la se nessa nova etapa, é enorme.

Investimos na seriedade da proposta pedagógica da St. James’ e na qualidade do ensino. Procuramos uma escola que apostasse no potencial individual do aluno. Esse tratamento fez a diferença, além, da excelência no ensino do inglês. As certificações Cambridge e as experiências nos intercâmbios trouxeram vivências significativas. Hoje, ela está engajada em campanhas como a da Violência Contra a Mulher, Médicos sem Fronteiras e outras promovidas pela Federação Internacional das Associações dos Estudantes de Medicina do Brasil, além de ligas acadêmicas onde a fluência no inglês é um grande diferencial.

Giovana Cianca Leal

Giovana Cianca Leal com a mãe Rosiclei

Giovana Cianca Leal terminou o Ensino Médio já com uma notícia mais que animadora. Foi aprovada no vestibular de Medicina na Unicesumar. Mas, como o seu desejo é estudar em Londrina, decidiu continuar os estudos por mais um ano. A mãe, Rosiclei, conta que a Giovana chegou à St. James com menos de dois anos de idade.

Amamos a St. James’ de paixão. A equipe de professores é excelente, o atendimento é individualizado, todos conhecem o seu filho e a família dele. O acesso aos professores e à coordenação é muito tranquilo, o que facilita a integração família e escola. E a proposta pedagógica da St. James’ traz segurança emocional ao aluno e o estimula a querer mais, voar mais alto. Sem dúvida, a St. James’ é única, e é a melhor escola de Londrina.

Manuela Victorelli

Manuela Victorelli com os pais Gisele e Henrique

Manuela Victorelli, também aluna da St. James’ desde o primeiro ano da Educação Infantil, está sonhando alto e se vê trabalhando em importantes veículos de comunicação pelo mundo. Em agosto ela vai estudar na Boston University. Para os pais, Gisele e Henrique, a desenvoltura da filha tem tudo a ver com a educação recebida na St. James’.

A escola sempre estimulou as iniciativas, proporcionou abertura para os alunos expandirem conhecimentos e fazerem suas escolhas. A educação bilíngue também ampliou os horizontes. Sem ela, não seria possível que tantas portas se abrissem. Os alunos na St. James’ são incentivados a buscarem o que acreditam. A escola mostra os caminhos e incentiva os estudantes a irem mais longe.

Laura Rizzi

Laura com os pais Sueli e Rodolfo Rizzi

Laura Rizzi, aluna da St. James’ no Ensino Médio, acaba de ser aprovada no vestibular de Medicina da PUCPR em Londrina. A vitória de Laura está sendo mais que comemorada pelos pais Sueli e Rodolfo.

“A Laura se preparou muito bem e contou com excelentes professores na St. James’. São os melhores de Londrina. Além da qualificação, eles estimulam o aluno a se dedicar aos estudos e a encontrar significado para o aprendizado. Optamos pela St. James’ porque ouvíamos falar muito bem da estrutura do Ensino Médio e da qualificação dos seus professores. Estamos muito felizes com o sucesso da Laura”.

Laura Barbosa

Laura com os pais Carla e Nei Barbosa

Laura Barbosa, que desde os 05 anos de idade estudou na St. James’, comemora agora a aprovação no curso de Medicina na PUCPR em Londrina. Para os pais, Carla e Nei, além da forte equipe docente, a escola se esmera em formar cidadãos, com espírito solidário e inclusivo.

“As crianças – temos mais dois filhos na escola – sempre adoraram ir para a St. James’. Sentem prazer de estar lá. Por isso, sempre vimos a escola como extensão da nossa família. Os professores no Ensino Médio, em particular, incentivam os estudos e a dedicação, motivando o aluno a querer mais e a acreditar que pode conseguir. A Laura conseguiu e estamos todos muito felizes com esta notícia”.

Fale com a gente

Contato St. James'

Na St. James' seu filho embarca em uma nave do conhecimento e todos os dias são feitos de novas descobertas e preparação para um futuro brilhante.

+55 43 3334-3535

Av. Gil de Abreu de Souza, 1850
Royal Park • Londrina, PR
www.stjames.com.br
Copyright©2018 St. James’ International School • Termos de uso e política de privacidade.